Rul
Not�cia publicada em 15/08/2022 �s 11:32 | Notícias
Pai e filho estabelecem relação de mestre e discípulo no Porto Velho Airport
Pai repassa ensinamentos em mais de duas décadas de carreira no terminal

 

 

A expressão “laços de sangue falam mais forte” define perfeitamente o destino do eletrotécnico, Isaias Frota Moreira e do auxiliar de eletricista Italo Avelino Belarmino Frota. É que além da relação entre pai e filho, ambos trabalham lado a lado no Porto Velho Airport, terminal aeroportuário administrado pela VINCI Airports. Uma relação profissional que iniciou há mais de vinte anos quando o filho – então com seis anos de idade - visitava o pai no trabalho e esta relação só se consolidou de fato há pouco mais de um ano, quando Italo surpreendeu a família ao ser contratado para trabalhar no mesmo local que costumava frequentar na infância.

 

Isaias e Italo são responsáveis pela manutenção elétrica do terminal. O serviço consiste em reparar eventuais danos elétricos no check-in, nas esteiras, nas iluminações e nas tomadas do saguão. Geralmente, eles são acionados pelas companhias aéreas que entram em contato com o Comando de Controle de Operações do aeroporto e solicitam um chamado para a abertura de uma Ordem de Serviço, especificando o problema e o local em que ocorreu o defeito.

 

Inclusive é possível afirmar que os modais de transporte cruzam o caminho da família a cada geração. É que Isaías é neto de operários que trabalharam na Estrada de Ferro Madeira Mamoré (EFMM), um dos principais cartões postais de Rondônia e empreendimento que impulsionou a criação da capital rondoniense, Porto Velho. Ademais, a comemoração do Dia dos Pais deste ano será na casa da filha mais velha, a Crislane que reside nas proximidades do aeroporto, local onde Isaías trabalha com o filho, Italo.

 

O filho conta que quando o pai ia fazer algum serviço, o levava e ensinava. Assim foi aprendendo a fazer muitas coisas e tomou gosto pela profissão. Ele afirma que tudo o que sabe sobre elétrica deve ao pai, quando compartilhou seus conhecimento desde quando era criança. Hoje, ele é quem leva, algumas vezes, a filha de três meses e mostra como é o trabalho para ela, da mesma forma que o pai fazia. Italo garante que pretende seguir na carreira do pai e inclui nos planos cursar a faculdade de Engenharia Elétrica.

 

Aos 51 anos de idade, 22 dedicados ao trabalho no Porto Velho Airport, Isaias se sente realizado com a carreira que construiu, pois de auxiliar de metalúrgico alçou importantes progressões profissionais, uma vez que chegou a ser encanador industrial, refrigerista, técnico em refrigeração, eletricista de pós-controle até se tornar eletrotécnico. “A empresa dá a oportunidade para crescermos, mas também precisamos lutar. Eu sempre converso com os demais colegas sobre a importância de estudar. Eu comecei a cursar uma faculdade de Engenharia de Controle e Automação, mas muitos tentaram me desanimar dizendo que estou velho devido a minha idade. Mas vou seguir e terei minha formação completa”, pondera.

 

Sobre a VINCI Airports

 

Maior operadora privada de aeroportos no mundo, a VINCI Airports administra mais de 50 aeroportos em 11 países na Europa, Ásia e nas Américas. Graças à sua expertise como integradora global, a VINCI Airports desenvolve, financia, constrói e gerencia aeroportos, contribuindo com sua capacidade de investimento e know-how em otimizar o desempenho operacional, modernizar a infraestrutura e implantar a transição ambiental. Desde 2016, a VINCI Airports é a primeira operadora global comprometida com uma estratégia ambiental internacional, com objetivo de alcançar zero emissões líquidas de carbono em toda a sua

Publicidade

Publicidade
RUL

CONTATO
E-mail: [email protected]
Fone Redação: (69) 3423-7618
Comercial: (69) 9288-9018 • 9945-5358

 

Netmidia