Rul
Notícia publicada em 17/04/2019 às 15:56 | Educação
Colégio Tiradentes de Ji-Paraná implanta horta orgânica
O objetivo é incentivar os alunos a cultivar e consumir alimentos orgânicos.

 

 

*Por Paulo Sérgio

 

A direção do Colégio Tiradentes da Polícia Militar (CTPM) de Ji-Paraná está implantando um novo formato de aula extraclasse com o objetivo de incentivar os alunos a cultivar e consumir alimentos orgânicos. Os canteiros estão sendo construídos em área em desuso na própria escola e servirão para complementar a merenda escolar. Essa modalidade deverá ser adotada também em outras escolas da rede estadual.

 

De imediato serão nove canteiros, que ganharam o formato das iniciais do colégio: CTPM. Outros três canteiros servirão como berçários para o plantio das sementes que, depois do período de germinação, serão transplantadas para os canteiros definitivos, que deverão receber as mudas de verduras e legumes.

 

“A horta é um incentivo aos estudantes em conhecer a importância da alimentação saudável. Eles vão aprender o mecanismo desde o plantio, cuidado e colheita”, explicou a diretora, a capitã Cleíssa, detalhando que as aulas extraclasse serão direcionadas aos alunos dos 6º, 7º e 8º ano do ensino fundamental. O CTPM tem 1100 estudantes matriculados nos ensinos fundamental II e médio.

 

Sob os cuidados do sargento Correia, o entorno da horta será utilizado com o plantio de outros alimentos como, frutas, legumes e tubérculos. “Vamos aproveitar mais essa área ociosa para produzir mais alimentos que serão consumidos pelos próprios estudantes”, informa Correia, destacando que já foram plantados mamões e quiabos e as próximas semeaduras serão a de bananas e mandioca.

 

A implantação da horta escolar no CTPM tem a parceria da Secretaria Executiva Regional, Emater, Prefeitura de Ji-Paraná e comerciantes. “O apoio desses parceiros é essencial para o sucesso do projeto”, destacou a diretora, que desenvolve no CTPM outros projetos sociais como atividades esportivas e culturais.

 

A coordenadora regional de educação, professora Rosângela Marum, apoia o projeto em implantação o CTPM e disse ser a favor que outras escolas da rede estadual sigam o exemplo. “É papel do educador promover esse tipo de ensinamento nas escolas. Nós já orientamos as direções escolares a aderir a esse movimento visando a conscientização da importância da alimentação saudável não só nas escolas como nas casas dos alunos”, frisou Marum.

Publicidade

Publicidade
RUL

CONTATO
E-mail: [email protected]
Fone Redação: (69) 3423-7618
Comercial: (69) 9288-9018 • 9945-5358

 

Netmidia