Rul
Notícia publicada em 20/03/2012 às 22:38 | Cidades
Autoridades, assentados e INCRA discutem destino das famílias do Canaã
Irregulares, as familias já estão há 11 anos no assentamento

 

CLEMILSON RODRIGUES

 

 

O superintendente Regional do INCRA de Rondônia, Drº Flávio  Carvalho Ribeiro, esteve na manhã desta terça-feira (20), no salão catequético da comunidade São João Batista, em Jaru, onde se reuniu com as 126 famílias do assentamento Canaã  e com outras autoridades. O objetivo do encontro foi  discutir e encontrar soluções para o  problema das famílias do Canaã.

 

Ontem (19), o Movimento Liga dos Camponeses Pobres de Rondônia (LCP-RO) interditou a BR-364, na Ponte sobre  o rio Jaru, por mais de 10 horas. O  protesto pedia a anulação do mandado de reintegração de posse do assentamento Canaã, determinada pelo juiz de Ariquemes, José Augusto Alves Martins.

 

As famílias já moram no assentamento há 11 anos, e até agora tem a situação irregular.  De acordo com o superintendente,  ele se reunirá com a  proprietária da fazenda, em Ji-Paraná e logo em seguida vai para Brasília se encontrar com o Ministro do Agricultura. “ Vou fazer esses dois contatos,  até o fim dessa semana já tenho uma posição, mas vamos resolver tudo com cautela”, disse.

 

Para  o Padre Vital Corbellini,  que acompanha as negociações, tudo parece estar  indo para o caminho certo. “Vejo boas intenções no superintendente do INCRA, que busca solucionar o problema  com muita transparência. Nós da igreja católica, somos totalmente a favor que as famílias permaneçam na área , onde produzem alimentos e  educam seus filhos. Queremos a paz no campo e o fim dos conflitos”, enfatizou o padre.

 

O vereador José Augusto, principal mediador desta negociação, viu neste encontro, muitos resultados positivos. “Demos mais um passo. O primeiro foi liberar a BR; agora o superintendente do INCRA ouviu os agricultores e tomará algumas atitudes.  Vamos aguardar para ver a continuidade da solução. Nós como representantes do povo, estaremos sempre apoiando e dando assistência ao cidadão que busca seus direitos junto ao poder público”, completou.

 

Segundo o representante das famílias do assentamento,  P. Jotta,  as propostas foram ouvidas e será aguardado o resultado até a próxima sexta-feira. “ Vamos nos reunir novamente com o Drº Flávio no final dessa semana, e se  não obtivermos uma solução concreta , vamos fazer uma nova paralisação. Mas dessa vez, sem previsão  para liberar a rodovia.

 

O Comando da Policia Militar de Ariquemes divulgou que a reintegração de posse com a retirada das famílias será suspensa pelo menos até o final dessa semana, para aguardar as negociações do INCRA.

Publicidade

Publicidade
RUL

CONTATO
E-mail: [email protected]
Fone Redação: (69) 3423-7618
Comercial: (69) 9288-9018 • 9945-5358

 

Netmidia